sábado, 1 de abril de 2017

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: GENTE TEM SOBRENOME




A FORMAÇÃO DA IDENTIDADE É ALGO EXTREMAMENTE IMPORTANTE PARA A ESTRUTURA DA PERSONALIDADE, DAS RELAÇÕES COM SIGO MESMO, COM OUTRAS PESSOAS E COM O MUNDO. A FORMAÇÃO DA IDENTIDADE ESTÁ INTIMAMENTE RELACIONADA AO CONHECIMENTO DO NOME E SOBRENOME, COMO TAMBÉM COM A CONSTRUÇÃO DE UMA AUTOIMAGEM POSITIVA. ASSIM FAZ-SE NECESSÁRIO ENTÃO O DESENVOLVIMENTO DESSA PROPOSTA DE ATIVIDADE.

GENTE TEM SOBRENOME - Toquinho 

Todas as coisas têm nome 
Casa, janela e jardim 
Coisas não têm sobrenome 
Mas a gente sim

Todas as flores têm nome 
Rosa, camélia e jasmim 
Flores não têm sobrenome 
Mas a gente sim 

O Chico é Buarque, Caetano é Veloso 
O Ari foi Barroso também 
E tem os que são Jorge, tem o Jorge Amado 
Tem outro que é o Jorge Ben 

Quem tem apelido, Dedé, Zacarias 
Mussum e a Fafá de Belém 
Tem sempre um nome e depois do nome 
Tem sobrenome também 

Todo brinquedo tem nome 
Bola, boneca e patins 
Brinquedos não têm sobrenome 
Mas a gente sim

Coisas gostosas têm nome 
Bolo, mingau e pudim 
Doces não têm sobrenome 
Mas a gente sim

1º DIA
ESCREVER O POEMA INTEIRO EM UM CARTAZ;
APRESENTAR O POEMA ÀS CRIANÇAS: COMENTAR SOBRE DE QUE GÊNERO SE TRATA E FALAR SOBRE QUEM ESCREVEU(FALAR SOBRE QUEM É TOQUINHO);
LER O POEMA EM VOZ ALTA  PARA AS CRIANÇAS;
QUESTIONAR: QUAL É O NOME DO POEMA? FALA SOBRE O QUÊ?;
CHAMANDO A ATENÇÃO PARA AS DUAS PRIMEIRAS ESTROFES QUESTIONAR: QUAL É O NOME DAS COISAS QUE APARECE NA PRIMEIRA ESTROFE? E NA SEGUNDA?
TODAS AS COISAS TÊM NOME 
CASA, JANELA E JARDIM 
COISAS NÃO TÊM SOBRENOME 
MAS A GENTE SIM 

TODAS AS FLORES TÊM NOME 
ROSA, CAMÉLIA E JASMIM 
FLORES NÃO TÊM SOBRENOME 
MAS A GENTE SIM 

LISTAR NA LOUSA OS NOMES DAS COISAS DO POEMA QUE AS CRIANÇAS FOREM CITANDO E FAZER A LEITURA ORAL COLETIVA COM ELAS(NESSE MOMENTO VOCÊ PODE CONSTRUIR UM CARTAZ COM NOMES DE PESSOAS E NOME DE COISAS);

CONVERSAR COM AS CRIANÇAS: TODAS AS COISAS TEM NOME? E NÓS, TEMOS NOMES? OS NOMES DAS PESSOAS PODEM SER IGUAIS? QUANDO AS PESSOAS TEM NOMES IGUAIS O QUE É QUE É QUE FAZ A DIFERENÇA?
COMENTAR: ASSIM COMO AS COISAS TEM NOME, NÓS TAMBÉM TEMOS UM NOME PELO QUAL SOMOS CHAMADOS PELAS PESSOAS;
DISCUTIR SOBRE A IMPORTÂNCIA DO NOME;
PEDIR PARA QUE CADA CRIANÇA FALE SOBRE O SEU NOME(ESCREVER NA LOUSA OU CARTOLINA EM ORDEM ALFABÉTICA);
PERGUNTAR QUEM É QUE TEM O NOME COMEÇADO PELA LETRA: A, B, C E ASSIM SUCESSIVAMENTE;
QUESTIONAR SE A CRIANÇA GOSTA DO NOME E PORQUÊ?;
COMENTAR SOBRE A QUESTÃO DO PRECONCEITO QUE NÃO DEVE EXISTIR EM RELAÇÃO A NENHUM NOME;
LER COLETIVAMENTE A LISTA DE NOMES SINALIZANDO A PRIMEIRA LETRA DO NOME DE CADA UMA, LETRA FINAL,SONS DAS SÍLABAS INICIAL E FINAL, QUANTIDADE DE LETRAS;
CHAMAR O ALUNO ENTREGANDO SEU CARTÃO COM SEU NOME ESCRITO.

ATIVIDADE ESCRITA

COM O CARTÃO, AS CRIANÇAS SERÃO CONVIDADAS A ESCREVER SEUS NOMES NO CADERNO. PEDIR PARA QUE OS ALUNOS ESCREVAM EMBAIXO DO NOME: PRIMEIRA E ÚLTIMA LETRA DO NOME, SONS DAS SÍLABAS INICIAL E FINAL, QUANTIDADE DE LETRAS, VOGAIS E CONSOANTES.
SUGESTÃO:


OBS.: VOCÊ PODE IMPRIMIR E XEROCAR PARA SEUS ALUNOS OU PEDIR QUE ELES COPIEM NO CADERNO.

2º DIA
LEIA NOVAMENTE O POEMA, APONTANDO COM O DEDO CADA PALAVRA;
SOLICITE QUE AS CRIANÇAS PESQUISEM EM REVISTAS E LIVROS GRAVURAS DE COISAS QUE APARECEM NO POEMA;
COLE EM UM CARTAZ (COLETIVO) E EXPONHA NA SALA DE AULA;
DEPOIS MOSTRAR O CARTÃO COM O NOME DAS CRIANÇAS SEM FALAR O NOME ESPERANDO QUE O DONO OU UM COLEGA O RECONHEÇA;
REALIZAR A BRINCADEIRA DA CAIXA
BRINCADEIRA DA CAIXA
caixa com um espelho dentro, embrulhada como presente 
conversar com as crianças antes explicando que vai passar a caixinha surpresa que tem um presente para cada um dentro, que ao som da música quando for dado o sinal, a criança deverá abrir a caixa e olhar lá dentro, mas não deverá contar a ninguém o que viu.  Depois que todas as crianças abrirem e se verem dentro da caixa, o educador deverá questionar ainda na rodinha: com cada um: O que foi que você viu fulano (falar o nome da criança) o que sentiu? Ir perguntando a cada um: Qual é a cor dos olhos que você viu? E os cabelos? A boca? – ressaltar sobre a questão das diferenças de cor, raça, cabelos, viver, vestir, etc.; das misturas do povos: negros, índios, asiáticos.
DEPOIS DA BRINCADEIRA PEÇA PARA QUE CADA CRIANÇA FAÇA SEU AUTORRETRATO E EMBAIXO SEU NOME(EXPONHA NA SALA)

3º DIA

RETOME A LEITURA DO POEMA APONTANDO COM O DEDO AS PALAVRAS( ISSO DARÁ SUBSÍDIO PARA A REALIZAÇÃO DE UMA ATIVIDADE COM O TEXTO LACUNADO);
EMBARALHAR OS CARTÕES E DISTRIBUIR COM AS CRIANÇAS PARA QUE ELAS ENTREGUEM AO SEU DONO;
TRABALHAR COM A MUSICA CABEÇA, OMBRO, JOELHO E PÉ COMENTANDO QUE CADA UM TEM UM NOME QUE É SEU E TEM UM CORPO QUE É FORMADO POR PARTES: MOSTRE CADA PARTE DO CORPO APRESENTADA NA MÚSICA E QUESTIONE A FUNÇÃO DE CADA UMA DELAS;
FINALIZE COM UM CARTAZ "MEU CORPO É ASSIM" ONDE AS CRIANÇAS DESENHARÃO OU MONTARÃO UM CORPO HUMANO E EXPORÃO NO CARTAZ NA SALA DE AULA. NÃO ESQUEÇA DE PEDIR PARA QUE COLOQUEM O NOME DELES.

4º DIA

ENTREGUE AS CRIANÇAS FICHAS COM OS NOMES DAS PESSOAS DO POEMA, NOME DAS COISAS DO POEMA E APELIDOS
PEÇA PARA QUE ELAS ENCONTREM OS NOMES NO CARTAZ DO POEMA E CIRCULE (UMA COR DIFERENTE PARA CADA GRUPO);
A MEDIDA QUE AS CRIANÇAS FOREM IDENTIFICANDO OS NOMES EXPLORE ORALMENTE CADA PALAVRA COM PERGUNTAS: PRIMEIRA E ÚLTIMA LETRA DO NOME, SONS DAS SÍLABAS INICIAL E FINAL, QUANTIDADE DE LETRAS, VOGAIS E CONSOANTES. A MEDIDA QUE ELE FOR ACHANDO VÁ MONTANDO UM CARTAZ SEPARANDO NOME DE PESSOA, NOME DE COISAS E APELÍDIO;
FINALIZE PEDINDO QUE ELES COPIEM NO CADERNO.

5º DIA

LEIA MAIS UMA VEZ O POEMA;
CONVERSE SOBRE O QUE ELES APRENDERAM DURANTE A SEMANA SOBRE AS PESSOAS TEREM NOME, SOBRENOMES, APELIDOS... DEIXAR AS CRIANÇAS BEM A VONTADE PARA FALAR;
TENHA O POEMA ESCRITO EM UM OUTRO CARTAZ, MAS DESSA VEZ COM OS NOMES SUBSTITUÍDOS POR LACUNAS;
DISTRIBUA FICHAS COM ESSES NOMES ESCRITOS E PEÇA PARA QUE ALGUNS ALUNOS PREENCHA, COLETIVAMENTE, AS LACUNAS COM AS FICHAS;
FINALIZE SUA AULA PEDINDO PARA QUE AS CRIANÇAS ESCREVAM SEUS NOMES EM UM CARTAZ INTITULADO NÓS SOMOS ESPECIAIS.
OBS.: VOCÊ PODE OTIMIZAR O TEMPO ENTREGANDO FICHAS PARA QUE ELES ESCREVAM SEUS NOMES VISTO QUE PODE-SE PERDER MUITO TEMPO ESPERANDO QUE ELES ESCREVAM DE UM POR UM NO CARTAZ.
Postar um comentário